domingo, 9 de janeiro de 2011

Minha vida

Sabe quando você tem tanta coisa pra escrever mais não sabe como?
Quando todos estão dormindo, estou aqui tentando escrever algo que ainda não sei o que é.
Não sei porque temos que ser tão maduros.
Será que não podemos chorar? Eu tento prender o choro, mas é difícil.
Existe tanta coisa pela qual eu quero chorar.
Será que os adultos não choram? Será que eles ficam que nem eu?
Não sei porque temos que ser tão maduros.
Essa coisa toda programada me dá nojo.
Nascer, crescer, passar de ano, passar no vestibular, ter um emprego, ter uma família, ter filhos e se aposentar.(e morrer, claro)
Será realmente que precisamos disso pra sermos "completos"?
Sinceramente eu não sei.
Estou na etapa de passar de ano pra ir pra faculdade. ^^
Estou começando nesse emprego chamado vida. Se você não for bem nele morre.
Eu acho que você não quer pular as melhores partes não é?
Das mais bestas às mais incrivéis possíveis.
Até hoje me imagino passando no vestibular, tendo uma família, um filho, ou até mesmo meu primeiro show sozinha.
Eu quero me aposentar sim, quero ter um marido gostoso e muito gato.
Mas quem vai saber meu futuro não é? Tá, eu que faço ele, mas não sou exclusivamente dona dele.
Não me importo de ser cliché só porque espero um grande amor, um grande futuro. Eu quero que meus pais sintam orgulho de mim. Pelo que eu sou, pelo que eu quero ser, pelo que eu vou me tornar.


Acho que querer tudo isso não é pecado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget