sábado, 31 de dezembro de 2011

E agora eu tô aqui, sentada em uma cadeira azul, na casa das minhas melhores amigas esperando o sono chegar, esperando o outro dia, esperando o começo do fim do mundo. não que eu acredite que o mundo vá acabar em dois mil e doze, mas é bom ter a sensação de que não há mais alternativa e que é o fim, que agora fudeu tudo. 
Minhas costas doem muito, e talvez uma outra pessoa no mundo inteiro quisesse ir para outro lugar, talvez quisesse ficar com outras pessoas, outro mundo, outra paisagem... mas eu não. sentada na cadeira azul, esperando uma das minhas melhores amigas sair do quarto, cansada, sabendo que amanhã será um dia legal com elas, é isso que me faz querer ficar aqui, é nosso sentimento verdadeiro que me faz ficar. 
E nesse ano prometo que não prometerei nada, que serei a mesma pessoa que sou hoje, que não quero ser uma pessoa melhor nem pior, que não quero mudar, odeio mudanças, que só quero sentimentos e pessoas novas, novas roupas, novas experiencias, mas o meu jeito será o mesmo, não importa o que eu vou desejar, nem o que desejar pra mim. Não prometo amar mais, não prometo ser mais feliz, não prometo viver até o ultimo instante, não prometo transar a primeira vez, não prometo me apaixonar, não prometo que não vou brigar, não prometo que vou estudar mais, e que se foda tudo, não me importo, nem um pouco.  


fuck yea :)
Ocorreu um erro neste gadget