quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Hoje só tem Jerry

A coisa que existe de mais bonito em um ser humano é ele se importar com o companheiro. E eu acho que se você dá o devido valor as pessoas que estão ao seu lado elas nunca sairam, quando mais livres elas se sintam pra voar mais ela vai querer voltar para você. Não sei bem do que estou querendo falar, não sei se estou certa de que quero tentar falar disso. A dor que sinto não é igual a dor de terminar o namoro, ou bricar com o amigo, ou de saber que foi traida. Eu queria acreditar que o que sinto fosse mais leve, mais suave do que isso,  mas a dor de saber que não vou mais vê-lo e chama-lo é tremenda. Talvez a dor dos outros sejam pior que a minha, mas a falta que ele esta fazendo no meu coração é grande e a dor que isso causa é angustiante. Ouvindo Renato Russo fica ainda mais acentuada. Talvez eu não acredite no que estou escrevendo e só por isso ainda não escorreu lágrimas no meu rosto. Será que precisamos perder nossos amigos mesmo? Será que a morte realmente precisaria existir? Será que eu sou tão seca assim que eu não me importe? Por que será que eu me travo quando eu quero chorar? Pra não me parecer fraca e fragil? Espero que nao seja isso.
Antônio, mais conhecido como Tom, mais pra mim era Tom e Jerry. Eu espero que você esteja bem. Talvez você mereça algo melhor do que a terra mesmo. Mas com certeza preferiria você aqui comigo meu amigo. Sentirei falta do unico cara que me chamava de Lapis.
SENTIREI SUA FALTA. MUITA FALTA. 
Por que essa desgraçada dessa morte não deixa os meus amigos em paz heim? De todo coração, de toda alma e de toda a minha força QUERO que você esteja bem.
Vá com DEUS!
Vá em PAZ!
Estará pra sempre no meu coração, mente e espirito.

Um comentário:

Ocorreu um erro neste gadget