quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

Você em mim

-


Agarrar. Me agarre, me tire do chão com seus braços fortes. Me tire o ar com beijos molhados e sedutores, não tente me atropelar, não tente me contorcer, só dance comigo. Dançar. Dance comigo, tire meu ar, meu chão, meu controle, tire a gravidade, me conceda o prazer de poder sonhar, vibrar, delirar. Permitir. Permita a intimidade de pernas, pelos, cabelos, suor. Permita a imprudência de tapas, beijos, mordidas. Testar. Teste o meu equilíbrio, nossa sincronia, nosso desejo, nossa liberdade. Você é minha droga, minha cocaína, você sabe como e por onde me fazer enlouquecer, me tire do chão, me faça subir nas nuvens ou pelas paredes. Sentir. Sinto que posso confiar em você. Então me entrego, deixo sua curiosidade aflorar e deixo você me explorar, me observar, me encantar, me dominar. DominarDomine meu corpo como se fosse teu, me faça dançar a tua melodia, a sua canção, quero te acompanhar. Me domine em casa, no quarto, na sala, na cozida, na mesa, na cadeira, na banheira, no chão, no banheiro, no carro. Gozar. Faça-me gozar, faça-me tua com prazer e tesão, derreta-me, seduza-me, faça-me tremer, fala-me gritar seu nome, faça-me te arranhar de prazer. Observar. Observe-me tremer de prazer, observe-me gozar, observe-me flutuar, observe me abrir pra você entrar, observe-me arquear em seus braços, observe meus suspiros e sussurros. Consumir. Consuma-me. Puxe meus cabelos negros, puxe meu corpo inteiro. Amar. Me ame como nunca amou alguém, me beije, me abrace, me acolha em teus braços, me balance, me observe e me ame. Me ame com beijos, abraços, olhares, toques, sentidos, carinhos, suspiros e sussurros. Me ame, pois sou sua. 

Sua... 



terça-feira, 11 de dezembro de 2012

Tons de verde


Anteontem tomávamos banho de rio pelados e bebíamos da água era pura e brilhosa,
Ontem a água passou a ficar mais suja, mas ainda dá para se banhar,
Hoje a água dá para molhar as plantas e dar banho nos animais,
Amanhã será óleo fluvial.

I won't give up


Quando olho em seus olhos
É como observar o céu de noite
Ou um belo amanhecer
Eles carregam tanta coisa
E como as estrelas antigas
Vejo que você evoluiu muito
Para estar bem aonde está
Qual a idade da sua alma?
Não desistirei de nós
Ainda que os céus fiquem violentos
Estou lhe dando todo meu amor
Ainda olho para cima
E quando precisar de seu espaço
Para navegar um pouco
Esperarei pacientemente
Para ver o que você descobrirá
Porque até as estrelas queimam
Algumas também caem sobre a terra
Temos muito a aprender
Deus sabe que somos dignos
Não, eu não desistirei
Não quero ser alguém que vai embora facilmente
Estou aqui para ficar e fazer a diferença que posso fazer
Nossas diferenças, elas fazem muito nos ensinando a usar
As ferramentas e os dons que temos, sim, há muito em jogo
E no fim, você ainda é minha amiga,
Pelo menos não tivemos a intenção
Para funcionarmos, não quebramos, não queimamos
Tivemos de aprender a ceder sem ceder à pressão do mundo
Tive que aprender o que tenho e o que não sou
E quem sou
Não desistirei de nós
Mesmo se os céus ficarem violentos
Estou te dando todo meu amor
Ainda olho para cima
Ainda olho para cima
Não desistirei de nós
Deus sabe que sou forte, ele sabe
Temos muito a aprender
Deus sabe que somos dignos
Não desistirei de nós
Mesmo que os céus fiquem violentos
Estou lhe dando todo meu amor
Ainda olho para cima

Link: http://www.vagalume.com.br/jason-mraz/i-wont-give-up-traducao.html#ixzz2EkGU5HIg

Skinny Love



Vamos, amor frágil, apenas dure o ano
Coloque um pouco de sal, nós nunca estivemos aqui
Meu, meu, meu, meu, meu, meu
Encarando a poça de sangue e aparência esmigalhada
Eu digo ao meu amor para destruir tudo,
Cortar todas as cordas e me deixar cair
Meu, meu, meu, meu, meu, meu
Bem no momento em que essa tarefa é quase impossível
Eu te disse para ser paciente
Eu te disse para ficar bem
Eu te disse para ser equilibrado
Eu te disse para ser gentil
De manhã estarei com você
Mas será de um jeito diferente
Porque eu estarei segurando todas as multas
E você estará assumindo todas as contas
Vamos, amor magrinho, o que aconteceu aqui?
Amamente-se da esperança em peitos magros
Meu, meu, meu, meu, meu, meu
A carga de amargura está completa; então vá devagar na separação
Eu te disse para ser paciente
Eu te disse para ficar bem
Eu te disse para ser equilibrado
Eu te disse para ser gentil
Agora todo o seu amor foi desperdiçado?
Então quem diabos fui eu?
Agora estou rompendo nas pontes
E no fim de todos os seus versos
Quem vai te amar?
Quem vai lutar?
Quem vai ficar bem para trás?
Vamos, amor magrinho...
Meu, meu, meu, meu, meu, meu, meu, meu
Meu, meu, meu, meu, meu, meu, meu, meu

Eu!?


Eu não consigo ser igual a todas, não consigo me vestir certo, não consigo pranchar ou pentear o cabelo, não uso muita maquiagem, não consigo fazer aquelas poses em fotos, não sei me comportar naturalmente na frente de pessoas que não gostam de mim, não sei puxar o saco, não consigo dar atenção á duas pessoas ao mesmo tempo, não sei gostar de Restart e nem de coisas muito coloridas, mas gosto do a
rco-iris. Eu não sei ser dona de casa ainda, mas eu gosto de fingir que eu sou, eu sou caseira, aventureira e ciumenta nas coisas e pessoas que gosto, nunca me verá em festas que vendem cerveja por R$1 real, nem em festas que tenha Fest no final (Muquifest, Salvadorfest, e etc), não sei usar saia curta, nem ir a lugares que as garotas se comportam como bonecas, eu não sou uma boneca, ah, eu não sei usar salto alto.
Mas eu adoro sorvete, ursinhos, abraços, adoro sorrisos, pessoas legais e leais, adoro verde, natureza, andar a cavalo, me vestir como eu gosto, de gravata, de short e calça folgada, e camisetas também. Adoro pandas, lobos, leões, libélulas e tenho pavor de abelhas.
Eu sou uma menina, garota e ás vezes dou sinal de mulher madura também. Mas eu adoro ser assim, é isso que faz meus amigos estarem comigo, meu namorado estar comigo, minha família estar comigo, e quem não está... por mim !

Beijos, boa noite!

sábado, 1 de dezembro de 2012

:*


Ontem e hoje foi um dia mui mui mui bom, creio eu .

o/
Ocorreu um erro neste gadget