terça-feira, 8 de maio de 2012

Página 25

"Ame-me bem devagar
Como compasso dessa canção
Como cartas escritas à luz de vela
Como quem dança desajeitado com medo de errar

Cante uma canção ao anoitecer
Para que eu possa acordar do dia
Porque à noite, eu não quero sonhar

Sonhos ruins eu tenho, quando não estou com você
Sei que você também amarga uma vida ingrata sem mim

Mas cante a música que quiser
Hoje serei o seu par

Dance, dance, dance sem parar
A noite inteira, a vida toda
Ao fim, eu juro que vou encontrar uma saída
Enquanto isso, divirta-se
Cante-me uma canção
E conceda sua mão para uma dança lenta"

Manual de Sobrevivência para Suicidas - Nick Farewell
25 p.

Rodrigo Perez,
TE AMO ♥

Minha alma pede chuva

A chuva cai lá fora e eu sinto frio aqui dentro, os pingos invadem meu território e eu não me importo, eu até gosto, eu me alimento. Eu não vejo a hora de molhar o meu pensamento e não, não me importa, eu só quero me molhar sem demora na chuva que cai lá fora. Minha alma gritou e eu não entendi, estranho entender a alma se eu ainda não me entendi. Banho de mar, de chuva de tempestade a minha alma quer... mas eu não sei se cabe a ela ou eu decidir. Pulei da cachoeira e vi minha alma limpa a sorrir ...


E se você não entendeu, não importa, nem eu =)
KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
Ocorreu um erro neste gadget