sábado, 30 de abril de 2011

Eu preciso de tanta coisa ...

Talvez (ou com certeza,rs) eu faça um texto triste e que "fale de minha situação."
Talvez eu nem saiba o que eu estou escrevendo, e você nem queira ler.
Eu sempre achei que faço os melhores textos deprimida.
Aí vai mais um.
...


Ou será que está indo e nem estou percebendo?
Acho que eu aprendi várias coisas aqui, cá, lá e atravessando a rua.
E eu sei que não vou morrer com isso, até por que já vivi várias vezes depois.
Sim, eu gosto, me entrego e quase sempre me ferro.
Não sei por que eu sempre fico com o coração mais maltratado.
Se bem que eu já maltratei vários corações. 
Acho que eu estarei mais forte daqui há algum tempo e lembrarei desse texto.
Talvez eu lembre como eu sou besta e sentimental.
Talvez eu deva mesmo parar de insistir nas pessoas.
Ou talvez eu seja sempre essa idiota que tenta ser feliz.
Eu acreditei que daria certo, mas não lembrei o outro.
Não é culpa sua, nem minha. Alias, você sempre foi honesto comigo.
E quer saber? Preciso viver mais, ser mais feliz, ser mais forte.
Eu preciso ser...
alguma coisa.
De tando imaginar,
ainda não sou nada.



segunda-feira, 25 de abril de 2011

As falas

"Oi.
 Tudo bem?
Esperava te ver ontem, mas eu fiquei ocupada naquela hora, desculpe.
Então, como foi o passeio? Foi legal?
Ah, que pena, mas você pelo menos aproveitou.
É verdade. ^^
Já vai?
Ah tá, manda um beijo pra ela.
Beijo pra você também.
Até."

domingo, 24 de abril de 2011

Vento no litoral ♪

Dizem pra mim que isso acontece todo dia,
Mas não posso acreditar.
Sinto que uma parte de mim está com você,
Eu sei que você também queria continuar.
Desculpe se não posso te ajudar,
Me desculpe por tantas coisas.
Espero que você esteja bem,
Espero que você tenha força,
Por que só eu sei o quanto você está precisando de alguém.
As promessas que te fiz, eu cumpre.
E as palavras que eu falava eram todas verdades.
E tudo que eu sentia era verdade.
Eu queria cuidar de você,
Eu queria sair com você,
Eu queria até chorar com você.
Mas você não deixa.
E eu ainda considero você como amigo.
E nao é hipocrisia.
Eu te conheço.

Beijo.


"Se lembra que o plano era ficarmos bem?"

sexta-feira, 22 de abril de 2011

É tudo seu

O meu melhor beijo é seu,
O meu mais apertado abraço é seu,
O meu mais lindo sorriso é seu,
O meu mais forte suspiro é seu,
O meu mais profundo amor é seu,
Tudo é seu.

sábado, 16 de abril de 2011

As lágrimas já cairam e secaram

Hoje eu chorei por você
Queria poder chorar por mim, no seu ombro, mas não dá.
Eu assisto meu filme ter um final triste,
Não posso fazer nada.
Hoje eu choro pelos outros,
Choro pelo o que amei e deixei de amar,
Choro pelo seu descaso. 
Eu choraria a noite toda por você.
Não tenha pena disso, é só sentimento.
Não tenha pena de nós.
Por mais que eu te ame, eu ainda sei viver na vontade.
Infelizmente.
Não fale mais para eu esperar, já que eu estou quase dormindo.
Eu sinto dor, sinto ciume, sinto saudade, sinto tanta coisa.
Mas não sei dizer se você sente o mesmo.
Não hoje.
Eu queria chorar a noite toda.
Queria tirar essa dor, mas não dá.
Não espere por mim esta noite.
Espero que nos seus sonhos você me encontre,
Por que cansei de te procurar nos meus.
Eu queria chorar a noite toda, mas as lagrimas já não querem mais sair.
Mas ainda sinto a dor.

Talvez amanhã eu sinta só a metade,
Ou quase nada do que sinto agora.

Mas, será que importa?
Importa pra você?

Eu queria descobrir ...

Fuck you

Você me irrita e me despreza
Você me prende e me solta no vento
Depois me agarra para eu não poder voar.
Você faz e desfaz de mim facilmente,
Você não quer saber de nada,
Nem de mim, nem de você.


Fuck pra mim, Fuck pra você.

(y)

terça-feira, 12 de abril de 2011

Controlada por você

Na estante, o absurdo.
Eu estou sendo controlada.
Mas você sabe como eu sou,
E não é assim que você me vê.
Eu não sou a mesma pessoa.

Eu quero seguir você,
Mas, ao mesmo tempo,
Eu te repudio.
Não sei o que está havendo comigo.
Paralisada pela minha forma de ser.

Eu cansei, cansei de ser assim,
Mas eu não consigo me livrar dessa força que me prende.
Merda!
O que eu estou fazendo comigo?
Tenho que parar de me render, de pedir permissão.

Eu queria estourar a minha raiva, minha fúria.
Não sei aonde, não sei em quem.
Mas estou com raiva de ser assim.
Controlada, manipulada, útil.

Mas ao mesmo tempo,
Dá raiva de mim mesma,
Eu gosto ou parece que gosto de ser como eu sou.
E o pior é que continuo assim.
Controlada, paralisada e útil.




segunda-feira, 11 de abril de 2011

Segredos estrelares

Eu olhava para o céu escuro da madrugada e pensava em você, e por um instante vi o seu rosto desenhado nas estrelas.
Todos os traços perfeitamente colocados.
Não sei se foi eu que desenhei ou desenharam pra mim, só sei que o céu estava lindo.
E, de repente, todo o meu amor foi transformado naquela imagem.
E eu só conseguia olha-lá, deseja-lá, ama-lá.
E eu adormeci pensando naquele desenho estrelar.
Quando eu acordei vi o desenho mais lindo dormindo do outro lado da cama,
Então descobri que, apesar de ser sonho, você é o desenho estrelar mais real e mais perfeito que já vi.
E eu amo ter que contornar toda a sua beleza para o meu prazer.
E o meu prazer é você quem faz.

domingo, 10 de abril de 2011

Sua força

Não tem graça,
Você é tão articulado,
É tão certo quanto o calor do fogo.

E o poder de dominar é tentador,
Você gosta e sente até prazer,
Você é tão acostumado a sempre ter razão,
Onde quer que eu vá, o que quer que eu faça,
 Não consigo dizer se é bom ou mau.

Veja os outros, todos estão tentando
Você nunca se arrepende,
E eu continuo porque a chuva não cai só sobre mim,
E já não sinto nada sou todo torpor,
E eu tento entender,
Eu já não tenho escolha,
E se você me perguntar eu digo sim.

Você sempre surpreende
Assim como ar me parece vital
Sem você não tem graça.
Eu já não tenho escolha,
Participo do seu jogo.


domingo, 3 de abril de 2011

Correndo parada

Eu seguia o meu mundo,
seguia a direção.
Não parava, não andara,
tava na contra-mão.
E no meio do meu estado
meio louco, meio retado,
vivo mentindo, sonhando, sorrindo.
E pela estrada eu corro
sem nenhuma direção
corro pro lado, corro pro outro
e corro mais um pouco.
Eu pintei a minha unha,
pintei o meu cabelo e
esqueci de pintar a minha cara por inteiro.
Cara de palhaça, cara de sossego,
cara de uma pesssoa que não tem muitos medos.

Tô parando, parando, parado, parando...
Parei.
Ocorreu um erro neste gadget