terça-feira, 29 de junho de 2010

Prazer Alegria

Eu já senti tudo isso.
Não sinto mais.
Não sinto nada.
Talvez uma dorzinha aqui, uma alegriazinha ali.
Nada mais.
Você pode sentir o que quizer.
Você pode sentir qualquer coisa.
Mas eu não.
Só sinto o que querem que eu sinta.
Programado.
Executado.
Eliminado.
Talvez seja um mecanisno na minha cabeça.
Talvez seja uma maquina.
Ou talvez seja meu cerebro querendo menos vida.
Prazer e alegria talvez seja meu remedio.
É, talvez seja.

Um comentário:

  1. "eu posso ser paranoico, mas não sou um android"(radiohead). não sei pq, mas o texto me lembrou a musica paranoid android deles.

    ResponderExcluir

Ocorreu um erro neste gadget