sábado, 26 de junho de 2010

O dia que não terminou..

Me sinto tão estranho aqui
Que mal posso me mexer irmao
No meio dessa confusao
Não consigo encontrar ninguem


Onde foi que voce se meteu entao?
To tentando te encontrar
To tentando entender
As coisas sao assim


Refrao:
Meus olhos grandes de medo revelam a solução
Meu coracao tem segredos que movem a solidão


Me sinto tao estranho aqui
Diferente de voce irmão
A sua forma de instrução
Nao pareco com ninguem, sei la

Pois eu sei que nos temos o mesmo destino entao
To tentando me encontrar
To tentando me entender
Por que ta tudo assim?


Refrao:
Meus olhos grandes de medo revelam a solução
Meu coracao tem segredos que movem a solidão

Quem de nos vai insistir irmao
Sem entregar, sem resistir entao
Ja nao ha mais pra onde ir
Sem entregar a solidao irmão

Refrao:

Meus olhos grandes de medo revelam a solução
Meu coracao tem segredos que movem a solidão

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget