quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

Pijama de Shmuel

Não tinha nada pra fazer e fiz um  balanço.

No local não havia meninos para que eu pudesse brincar, me sentia muito só.
Meu pai é um oficial e estamos em uma fazenda muito grande mais também muito estranha. Eu não tinha mais o que fazer e fui pedir ao ''namoradinho'' da minha irmã arrumar um pneu para mim, pois queria fazer o bendito balanço.
Ele pediu, alias, ele mandou gritando um senhor que pegasse o pneu para mim. Ele pegou. O tal ''namoradinho'' fez o balanço e eu fiquei feliz. Muito feliz. Só que atrás do telhado eu vi uma fumaça e levantei, ou melhor, subi no balanço. Eu cai de cara no chão. O senhor que pegou o pneu para mim  me carregou e me levou direto para a cozinha. Lá, me fez um  curativo e ficamos conversando até minha mãe chegar. Quando ela chegou me mandou ir para o quarto, eu fui, ela pensa que eu fui, fiquei lá ouvindo qualquer coisa que poderia acontecer, uma briga talvez, mas então, a única coisa que ouvi de minha mãe foi um "Obrigada!". E então fui pro quarto.
Uns dias depois, quando eu estava conversando com minha irmã no quarto dela sobre a vista da janela dela, vi um senhor entrando de bicicleta pelo portão, pensei quase secretamente" Esse deve ser o professor". Depois eu disse a minha irmã do que se tratava. Ficamos conversando um  pouco com o professor e ele me deu um  livro para ler.
Comecei a ler no balanço e vi a porta que dava para as "outras fazendas" aberta. Fui correndo até lá. Pulei uma janela e me deparei com uma floresta. Fui observando e correndo ao mesmo tempo para um lugar desconhecido. Andei mais a frente e vi uma cerca e um menino careca, o nome dele é Shmuel, nome estranho, nunca conheci uma pessoa com  esse nome. Nós conversamos e depois ele saiu correndo para brincar com  os amigos dele. Reparei que ele usava um  pijama azul tão bonito, queria um  pra mim...

- Não quero falar do que aconteceu por esses dias, foram  coisas estranhas..

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget