sábado, 29 de maio de 2010

Só mais uma coisa

Lá estava ela, deitava na cama, pensando que não iria mais a sonhada festa.
A coitada não tem dinheiro para ir, liga para o pai, talvez ela consiga com o pai, mas não, ela não fala nada. Começa a falar do dentista, que vai tirar o aparelho, trocar o doutor...
Uma semana depois, ela pensa em fugir, sair de casa e ir a tal festa. Um amigo disse que vai pagar, ela aceita meio sem jeito.
Uma família preocupada, uma garota se sentindo independente e um mundo inteiro aberto pelo convite de um amigo.
Hoje ela ri e diz que foi maravilhoso aquele dia. Que não mudaria nada.
Ela pensa, pensa, pensa e decide que ano que vem, com certeza, será melhor.

Um comentário:

Ocorreu um erro neste gadget