terça-feira, 9 de agosto de 2011

Nossas tardes juntos

Tardes passaram voando e noites passando andando
A aurora me chamava pra ficar junto a você
E no meio da escuridão, eu vi sua casa
Luz acesa, porta aberta e você me esperando sentado
Você me vê, me abraça e me chama de bem querer
E eu não reparo que tem gente olhando e o abraço e beijo e chamo de bem querer
Não sou eu e nem é você
Mas, será que alguém acredita que foi destino?
Você entrou na minha vida como eu entrei na sua
Os gostos, os lances, os olhares, os gestos e as nossas músicas
Nada forçado, nada elaborado, só executado
E o bonito não é a paz que um dá pro outro
É o inferno interno e secreto que nós temos
É a intimidade de falar merda que existe em nós
É a  facilidade de se sentir em casa do lado do outro

Marcelo, é por isso que eu te amo


A Lerda e o Besta


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget