domingo, 23 de outubro de 2011

o nosso fim ...


e só no final você entende como é.
nos instantes finais,
nos letreiros finais.
você entende que ninguém é seu,
nem o seu sorriso lhe pertence,
a sua voz mais branda não é só sua,
e a lagrima que rola no seu rosto não existe mais,
nem a saudade, nem o desespero.
e no final você entende que o que importa é
 com quem você se importa 
e quem se importa com você.
e no fim lhe deixo árvores em vez de flores,
e cartas em vez de frases.
e esse é o final de um novo começo 
ou só apenas um simples final.
então eu te pergunto, 
acabou, é assim ?




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget