domingo, 5 de junho de 2011

Escrever é uma arte.

Eu escrevo sentimentos, lembranças, sensações e momentos.
Eu escrevo a raiva, a felicidade, a esperança, a busca, a espera, a vida, o amor.
Eu escrevo ruas, histórias, momentos, ventos e lugares.
Eu escrevo pessoas, cachorros, borboletas e pandas.
Eu escrevo a inocência, a impaciência, a imoralidade, a ganancia.
Eu escrevo sua mãe, minha avó, seu cachorro, seu livro e ao seu tecido de linho egípcio.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget